A Secretaria Municipal de Saúde de São Miguel do Iguaçu confirmou neste mês de dezembro dois casos de meningite viral em crianças da mesma faixa etária.

Para esclarecer sobre o assunto, integrantes da 9ª Regional de Saúde de Foz do Iguaçu realizaram uma reunião no plenário da Câmara de Vereadores na manhã de ontem (10) com a presença do Prefeito Claudio Dutra, secretários, vereadores e diretores das Escolas Municipais e Colégios Estaduais.

O Diretor da 9ª Regional de Saúde, Ademir Ferreira, tranquiliza a população e nega a possibilidade de uma epidemia da doença. “A preocupação sempre tem que existir, mas como são dois casos em colégios diferentes, não podemos falar em epidemia, são casos isolados que estamos acompanhando”, afirma.

O Prefeito Claudio Dutra salienta que a Secretaria de Saúde irá seguir os protocolos da 9ª Regional. “A orientação que temos é para manter os ambientes sempre limpos e arejados. Não compartilhar copos ou talheres e, fazer a higienização das mãos corretamente, cuidados redobrados que impedem a transmissão do vírus”.

O Secretário Municipal de Saúde, Luiz Antônio Klajn, salienta que apesar da situação ser preocupante, todas as providências necessárias estão sendo tomadas. “As orientações e as medidas já estão sendo colocadas em práticas nas escolas e também com toda a população”.

Segundo Ademir a transmissão da meningite viral é semelhante a da gripe por isso os cuidados também são parecidos. A Vigilância em Saúde informa a população que a transmissão do vírus causador da meningite acontece mesmo que a pessoa não tenha sintomas. O contágio é fácil, podendo ser por meio fecal-oral, oral-oral e respiratório, como: Partilha de copos, pratos e talheres; Tosse, espirro ou saliva; Partilha de alimentos ou bebidas; Contatos próximos como beijo; Contato com as fezes da pessoa infectada.

O diagnóstico da meningite viral é feito através do exame de sangue, urina, fezes e também da punção lombar. Este exame consegue identificar a doença e o seu agente causador. Por isso é muito importe a avaliação médica o quanto antes.

A prevenção da meningite viral é feita por meio de medidas de proteção, como por exemplo: Lavar as mãos de forma frequente e usar álcool em gel a seguir, principalmente antes e depois de usar o banheiro, trocar a fralda ou assoar o nariz; Lavar bem as mãos antes de manipular os alimentos e cozinhar; Manter o banheiro limpo e arejado, sem papel higiênico sujo; Evitar ligar o ar condicionado, pois os filtros podem acumular vírus, transmitindo doenças; Limpar com cloro todas as superfícies da cozinha e banheiro, mantendo a casa limpa; Lavar todas as frutas, legumes e verduras com água e deixar de molho no cloro; Evitar o contato muito próximo, como beijos, por exemplo, com a pessoa contaminada, pois a saliva pode conter vírus.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MÍDIA SOCIAL


Compartilhe

Google+