Desde o ano de 2009 o Domingo de Ramos está reservado para um evento que se consolida cada vez mais como referência da gastronomia regional: a Festa do Peixe de Água Doce que neste ano foi realizada pelo terceiro ano consecutivo, reunindo no Centro de Eventos cerca de 1200 pessoas.
Tendo como organizadora a equipe gestora do Projeto DRS – Desenvolvimento Regional Sustentável – Piscicultura e apoio do Governo Municipal, Câmara de Vereadores, Itaipu Binacional, Secretaria de Estado da Agricultura, Emater e outros órgãos como ACISMI e Colônia de Pescadores Z11 a 3ª Festa do Peixe de Água Doce de São Miguel integrou a programação do jubileu de ouro do município.
O evento foi aberto com a apresentação de um vídeo retratando a história de atuação do DRS, desde 2009 e suas ações estratégicas pelo desenvolvimento sustentável da cidade e região.
Prestigiaram a festa gastronômica diversas lideranças e autoridades regionais como a superintendência estadual e regional do Banco do Brasil, com Ademar do Carmo Moreira e Marcos Antônio Kosteski, respectivamente, Irineo da Costa Rodrigues, Diretor Presidente da Cooperativa Agroindustrial Lar e Aldérico Coltro, Técnico da Itaipu Binacional foram recepcionados pelo coordenador do DRS – São Miguel, Clóvis Ribeiro e o prefeito Armando Polita.
A Festa do Peixe de Água Doce está entre as ações do grupo gestor do DRS – São Miguel para fomentar o setor capaz de produzir peixes em escala comercial. Para isso conta com as parcerias das Colônias de Pescadores Z-11, Z-12 e o governo municipal, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.
A inclusão da carne de peixe, cujos índices de gorduras saturadas são baixos, mas com alto nível de ômega 3 – benéfico ao organismo humano – no cardápio da população está sendo uma das metas específicas do Projeto.
Os oradores da 3ª Festa do Peixe de Água Doce foram o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Liceo Joner, o coordenador do Grupo Gestor DRS – Sustentável, Clóvis Ribeiro, o superintendente Regional do Banco do Brasil, Marcos Kosteski e o prefeito Armando Polita.
A capacidade de mobilização do grupo gestor do DRS foi enfatizada pelo coordenador Clóvis Ribeiro que agradeceu todos os apoiadores e patrocinadores do evento. – “Se a população não participa não tem sentido realizarmos essa bonita festa que já é sucesso” – afirmou.
Criado em 2007 pela diretoria do Banco do Brasil como um segmento de mercado, o DRS – São Miguel do Iguaçu tem sido um referencial junto à superintendência. “Todas as agências do Banco do Brasil tem um DRS, mas não lembro no momento algum DRS que faça tanto sucesso como o de São Miguel do Iguaçu” – disse o executivo do Banco do Brasil, Marcos Kosteski, se referindo à atuação do grupo.
Na visão do prefeito Armando Polita o Projeto de Desenvolvimento Regional Sustentável é muito importante para os municípios e com a ressalva de que a promoção deste ano incrementou a programação de aniversário do município. “Aqui em São Miguel do Iguaçu o DRS está dando certo graças à integração dos gestores com a comunidade”- disse.
O balanço geral da festa ainda não está concluído, mas estimativa dos organizadores é de mais de mil pessoas tenha circulado pelo evento.


Compartilhe

Google+