A prefeitura de São Miguel do Iguaçu, por intermédio do Departamento de Obras, está realizando a reestruturação e o prolongamento do atracadouro do Terminal Turístico de Balneário Ipiranga. O local é utilizado semanalmente por visitantes de São Miguel e região que adentram ao lago para pescar. 

Segundo o são-miguelense Alberto Domingues Roseto, a obra é uma reivindicação antiga, pois em época em que o nível da água é baixa, muitas pessoas acabam se dirigindo a municípios vizinhos para conseguir colocar a lancha na água. “Faz tempo que estamos pedindo essa reestruturação aqui no atracadouro, porque cada ano o nível do lago abaixa e, sempre nos deparamos com esse problema de não conseguir soltar as embarcações” relata Alberto.

A nova rampa visa à melhoria e facilitação para os pescadores e turistas que queiram colocar a lancha no Lago de Itaipu, mesmo em época do nível da água abaixo do normal. O barro não será mais o problema, moradores do Balneário contam que em algumas vezes um trator teve que retirar veículos com a lancha, pois estava totalmente atolado.

Para o prefeito Claudio Dutra a obra vai beneficiar também os comerciantes do Balneário Ipiranga. “O pescador e os turistas que vão para a prainha, compram o gelo, o carvão e a carne nos mercados local e aproveitam o dia no Balneário”. Claudio ainda lembra que os são-miguelenses que possuem suas lanchas, não vão mais precisar ir para o município vizinho para colocá-las na água. “Vamos usufruir o que é nosso, temos uma prainha maravilhosa e acredito que com essa reestruturação e prolongamento da barranca, os turistas voltam a soltar suas embarcações na prainha de São Miguel”, finaliza o prefeito.

Atualmente o nível do Lago de Itaipu já abaixou aproximadamente quatro metros e a tendência é descer ainda mais. Portanto, esse é o momento exato para realizar melhorias no atracadouro.

A escavadeira hidráulica está removendo o barro, após esse processo de remoção da lama, serão colocados pedras e finalizar com uma barranca de concreto.

 

 


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Compartilhe

Google+