Os técnicos da Secretaria de Saúde de São Miguel do Iguaçu reuniram-se ontem (24), na Sala de Reunião do Paço Municipal para organizar as atividades que serão desenvolvidas pelo CAPS (Centro de Atenção Psicosocial) e NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família).


A Secretária Municipal de Saúde, Maria Elisabete de Borba, explica o que é o NASF e o CASP. “O NASF – Núcleo de Apoio a Saúde da Família, é uma equipe de profissionais que vão dar estrutura para as equipes PSF. Um psicólogo, um nutricionista, um educador físico e um farmacêutico vão estar diretamente nas localidades aonde tem médico, para fazer o acompanhamento, a partir das necessidades de saúde das pessoas. O CAPS – Centro de Atenção Psicosocial, também é uma equipe de profissionais que vão dar atenção as pessoas que necessitam. Toda pessoa que toma medicamento controlado, remédio para depressão, que precisa de acompanhamento com psiquiatra, com psicólogo, com terapia ocupacional, o paciente terá o atendimento individualizado, quando necessário e, em grupos de terapia”. A Secretária ainda conta que o CAPS também vai acompanhar toda a família e pessoas que convivem com o paciente.


O CAPS está localizado ao lado da Auto Escola Costa Oeste, antigo Conselho Tutelar. Um local afastado da Secretária de Saúde e das Unidades Básicas, pois é um atendimento especializado e individualizado.
O NASF vai funcionar nas 14 Unidades Básicas de Saúde, a equipe está centralizada no antigo Hospital Santo Antônio, mas o atendimento será realizado nas PSF.


Com a implantação destes dois centos, será produzida através de uma construção compartilhada, a elaboração de propostas de intervenção para o cuidado das pessoas. “Mudando o método tradicional do sistema da saúde, que acontece por meio de encaminhamentos, referências e contrareferências, protocolos. Será possível organizar a atenção básica de acordo com suas reais responsabilidades”, finaliza a Secretária de Saúde.

 

 

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
PREFEITURA DE SÃO MIGUEL DO IGUAÇU


Compartilhe

Google+