O município de São Miguel do Iguaçu sediou no último sábado, 24, na Pousada das Águas, localizada no Distrito de Santa Rosa do Ocoí, o 96º encontro da Associação de conselheiros e ex-conselheiros Tutelares do Oeste do Paraná – ACTOP.

O encontro reuniu representantes dos municípios do Oeste do Paraná e teve por objetivo capacitar os conselheiros e apresentar a Rede de Proteção de São Miguel do Iguaçu, trabalho que é modelo na região.

Para o presidente do Conselho Tutelar de São Miguel, Moacir Augustinho Leite, o evento atingiu seus objetivos. Ele agradeceu o empenho de todos no sucesso do encontro. “Pela primeira vez sediamos um evento dessa natureza e foi brilhante”.

Durante o cerimonial de abertura o CTG Querência Amada realizou belas apresentações artísticas que abrilhantaram o evento. Houve ainda uma apresentação de uma peça teatral sobre a ‘valorização da vida’.

O presidente da Associação dos Conselheiros do Oeste do Paraná (ACTOP), Marcos Sandoval, destacou que o encontro foi muito importante pela troca de experiências e conhecimentos adquiridos com as palestrantes. “Foi espetacular”.

A psicóloga da Rede de Proteção do município, Vanessa Tramontin da Soler Araújo, apresentou uma palestra sobre o trabalho que é realizado em São Miguel e disse que o trabalho objetiva ter uma melhor conexão entre os setores que atendem as crianças e adolescentes. “Pois ele é realizado por profissionais que tem sua bagagem teórica, científica e também pessoal. Este evento veio para contribuir muito com as reflexões sobre o trabalho que viemos realizando e também para apontar bons caminhos para continuarmos seguindo”.

Para o promotor de Justiça de São Miguel, Pedro Pires Domingues Wanderlei, o evento foi agradável e bem organizado e, além de servir para salutar a troca de ideias e compartilhamento de boas práticas, trouxe a esperança de que a instituição ‘Conselho Tutelar’ em nosso estado assuma de fato o papel de destaque. “Desde a edição do Estatuto da Criança e do Adolescente, ele é o principal órgão da Rede Proteção da Criança e do Adolescente”.

A secretária interina de Assistência Social, Sandra Maria Rodrigues Cechinel, destacou o apoio da secretaria ao evento. “Toda equipe prestou o suporte necessário para realização do evento e tem dado todo o apoio para que a Rede de Proteção da Criança e do Adolescente de São Miguel do Iguaçu esteja em plena sintonia com o Conselho Tutelar”.

O evento teve ainda a palestra ‘A lei 13.431/2017 e a Rede de Proteção’ com Ângela Mendonça, pedagoga pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Administração pública UFPR, especialista em Direito Educacional, ex-assessora técnica no Ministério Público do Paraná, coordenadora dos cursos de especialização em direito educacional, direito aplicado ao Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e Pedagogia Social.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

Governo Municipal realiza repasse de veículo 0 km ... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu realizou o repasse de um veículo 0 km para o Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente da cidade. O ca...
São Miguel vai sediar encontro de conselheiros e e... O município de São Miguel do Iguaçu vai sediar no próximo dia 24 de setembro o 96º encontro da Associação de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares...

Compartilhe

Google+