Profissionais da área de saúde de São Miguel do Iguaçu participaram na terça-feira (18) de uma capacitação sobre doenças transmitidas por animais. Os trabalhadores foram orientados sobre os casos de brucelose, raiva, leishmaniose visceral e outras doenças.

 

Os servidores acompanharam uma palestra com a médica veterinária da 9ª Regional de Saúde, Eliane Maria Pozzolo. Segundo ela, a principal preocupação em São Miguel é a brucelose bovina.

 

“Temos registrado diversos casos de brucelose e eles estão relacionados com os casos humanos. Nossa meta é detectar e eliminar casos bovinos e tratar a tempo os casos humanos para reduzir o número de pessoas com lesões que possam ser cronificadas”, ressalta a médica veterinária.

 

Quanto à raiva, Eliane explica que a doença está erradicada no estado. Entretanto, as atenções estão voltadas para a raiva silvestre transmitida nas zonas urbanas por morcegos.

 

“Quando se deparar com um morcego deambulando durante o dia no quintal ou dentro de casa, nunca tocar no animal. A recomendação é cobrir o bicho com um balde ou caixa e chamar a vigilância sanitária que irá recolher o animal para análise”, alerta.

 

Participaram da capacitação, realizada na Câmara Municipal de São Miguel, agentes de saúde, agentes de endemias, médicos, enfermeiros e veterinários do município e de clínicas particulares.

 

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Publicado às 16h56


Compartilhe

Google+