O parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE), homologado pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, sobre as diretrizes curriculares nacionais da Educação Ambiental para todas as escolas e instituições de ensino do País, reforça o trabalho que municípios, como São Miguel do Iguaçu, já vêm desenvolvendo neste campo. A Secretaria Municipal de Educação, por meio da Sala Verde, promove ações permanentes de formação de professores e alunos voltada à questão ambiental.

 

Conforme a facilitadora da Sala Verde, Leonice Lenz, desde o início do ano várias atividades já foram desenvolvidas. No mês de abril, os professores do 5º ano das escolas públicas e privadas de São Miguel visitaram o Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu. “Abordando um ‘olhar pedagógico’ sobre este patrimônio da Humanidade, o intuito foi despertar nos professores a possibilidade de trabalhá-lo como uma ferramenta de Ecopedagogia, uma vez que o Parque adentra o nosso município”, explicou.

 

Ainda neste mês, os alunos e professores premiados pelo Concurso de Desenhos Planeta Homem – Planeta Água, e acompanhantes, também visitaram as Cataratas do Iguaçu. Lá, eles tiveram uma aula sobre biodiversidade na Escola Parque.

 

Já os facilitadores das Salas Verdes da região participaram no último dia 26, em Santa Helena, do I Encontro de Formação do ano, ocasião em que fizeram uma retrospectiva do trabalho de 2012, enfocaram também o planejamento para este ano e a oficialização dos chamados espaços Salas Verdes. De acordo com Leonice Lenz, o município de São Miguel do Iguaçu possui desde o ano passado esta liberação do Ministério do Meio Ambiente.

 

Para ela, as novas diretrizes curriculares nacionais da Educação Ambiental vêm complementar e reforçar o trabalho desenvolvido no município. “Os nossos professores já têm mais proximidade com o assunto e embasamento para as atividades em sala de aula, já que a educação ambiental deverá ser trabalhada de forma interdisciplinar”, disse Leonice, que também é coordenadora pedagógica da Sala Verde.

 

Projeto – O Projeto Sala Verde, coordenado pelo Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (DEA/MMA) consiste no incentivo à implantação de espaços socioambientais para atuarem como potenciais Centros de informação e Formação ambiental. Vinculado a uma instituição pública ou privada, pode se dedicar a projetos, ações e programas educacionais voltados à questão ambiental. Deve cumprir um papel dinamizador, viabilizando iniciativas que propiciem uma efetiva participação dos diversos segmentos da sociedade na gestão ambiental, seguindo uma pauta de atuação permeada por ações educacionais, que caminhem em direção à sustentabilidade.

 

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Compartilhe

Google+