Acontece neste sábado (17) a eleição para suplentes ao Conselho Tutelar de São Miguel do Iguaçu. O pleito é organizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, órgão fiscalizado pelo Ministério Público.

 

A eleição será no saguão do Paço Municipal Abel Bez Batti, das 9:00 às 15:00 horas. Tem direito ao voto qualquer cidadão são-miguelense que possua título de eleitor. O documento deverá ser apresentado no ato, junto com um documento com foto.

 

Concorrem dois candidatos: Antonio José de Oliveira e Ledi da Silva Búrigo. O resultado da eleição definirá a ordem de chamamento, quando houver vaga disponível. Ambos os candidatos já passaram por avaliação psicológica e teste escrito exigidos pelo processo seletivo.

 

Atualmente o Conselho Tutelar de São Miguel do Iguaçu possui cinco membros oficias e nenhum suplente. Claudio Gomes da Cunha Júnior, presidente do Conselho, acredita que os classificados serão convocados em pouco tempo. “Nós temos uma conselheira oficial que está prestes a se licenciar por gravidez e outros membros que passaram em concursos públicos e estão deixando o cargo”. Para ele, a participação da comunidade na eleição se faz necessária para garantir a efetiva aplicação do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Os suplentes a Conselheiros Tutelares serão diplomados no dia 21 de maio.

 

Federalização – Conforme o presidente do CMDCA, tramita no Congresso Nacional a proposta de federalização do Conselho Tutelar. Se for aprovado, os serviços oferecidos pela entidade se tornarão de responsabilidade do Governo Federal, bem como a efetivação dos servidores. Em São Miguel, o Conselho Tutelar faz 480 atendimentos por mês, em média.

 

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Compartilhe

Google+