Das seis empresas que protocolaram pedido para participação na concorrência pública para construção do Hospital e Maternidade Municipal de São Miguel do Iguaçu, quatro não atenderam aos requisitos previstos no edital, conforme a ata da sessão pública.

 

A maioria delas foi desclassificada por falta de documentação ou falta de profissionais, como engenheiros que serão responsáveis pela obra, mas cabe recurso. 

 

A abertura dos envelopes do processo licitatório aconteceu na manhã de hoje (17), na Sala de Reuniões da Prefeitura, e durou quase três horas.

 

A sessão foi acompanhada de perto por assessor financeiro, engenheiros da prefeitura, representantes da Secretaria de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde. O prefeito Claudio Dutra e o presidente da Câmara de Vereadores Edson Ferreira participaram da abertura da sessão. Dutra desejou boa sorte aos concorrentes e lembrou-os da importância da obra para a população são-miguelense.

 

Participam do processo as empresas: Amboni Construções Ltda (São Miguel do Iguaçu), Construtora Metrosul (Foz do Iguaçu), Mazutti Construtora Ltda (Cascavel), Plano e Obra Construtora Ltda (Francisco Beltrão), Sanic Construções Ltda (Santa Helena) e Trena Construções Pré-fabricadas Ltda (São Miguel do Iguaçu).

 

Agora, a comissão de licitação fará a análise dos documentos e das impugnações feitas durante a sessão. O resultado final das habilitações será publicado no Diário Oficial do Município e em seguida será aberto o prazo para recursos. Vencida a faze recursal, nova data será agendada para a próxima e última sessão do processo licitatório.

 

As propostas das seis empresas foram depositadas e lacradas em uma caixa, com a assinatura de todos os membros da comissão e representantes das empresas. O volume foi guardado no cofre do Município e só será aberto na próxima sessão.

 

Obra – Conforme o projeto arquitetônico, o Hospital e Maternidade Municipal terá 800,12m² contendo centro cirúrgico e obstétrico e centro de internação com 11 leitos, entre outros. O valor global da obra é de R$ 1.614.949,31 (um milhão, seiscentos e quatorze mil, novecentos e quarenta e nove reais e trinta e um centavos). O Hospital e Maternidade Municipal será construído no terreno da prefeitura, localizado na Rua Marechal Cândido Rondon, que antigamente suportava o Pátio de Máquinas.

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Por: Josnei Wolfart – MTE 10.009/PR
Fotos: Tallini Klassmann

Publicado às 16h26

Atualizado às 16h51


Compartilhe

Google+