A equipe de capoeira de São Miguel do Iguaçu, que desenvolve suas atividades por meio da secretaria municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, vai participar nesse final de semana, em Foz do Iguaçu, do ‘Momento de Ouro 2022’, evento promovido pela Escola de Capoeira ‘Camboatá’, que vai reunir atletas de Medianeira, São Miguel, Foz e Maringá.

São Miguel do Iguaçu vai participar do evento com 11 atletas que fazem parte da escolinha de capoeira ‘Camboatá’ do município. Além disso, 25 atletas vão participar para realizar a troca de graduação.

O evento em Foz do Iguaçu começa nesta sexta-feira, 02, às 19h30, com a ‘Roda de Capoeira’, na Praça das Nações (Mitre). No sábado, 03, às 09h00, acontece a Copa Capoeira Camboatá na Quadra do Colégio Militar, no centro de Foz. Às 15h00, será realizado o batizado e a troca de graduação. No domingo, 04, às 10h00, a Roda de Encerramento acontece nas Cataratas do Iguaçu.

A escolinha de capoeira é mais uma modalidade esportiva oferecida gratuitamente pelo Governo Municipal. As atividades são realizadas todas as segundas-feiras, a partir das 18h20, na quadra de esportes do Bairro Floresta.

Além da escolinha, os professores realizam atividades com os alunos da Associação Pestalozzi e da Escola Municipal Vitorino Barbiero toda a semana.

A diretora da Pestalozzi, Cissilia Aparecida Monteiro, conta que são mais de 70 estudantes que participam e adoram as aulas, que, segundo ela, são um trabalho extracurricular espetacular. “A capoeira contribui no desenvolvimento psicomotor dos nossos alunos porque trabalha o ritmo, a coordenação e a disciplina”.

A coordenadora pedagógica da Escola Municipal Vitorino Barbiero, Vanessa Veloso, disse que as aulas de capoeira estão sendo muito importantes para o desenvolvimento dos alunos, promovendo a interação, socialização, trabalhando a expressão corporal, limites, disciplina e a arte como um todo. “Temos observado uma melhora no desenvolvimento e comportamento de alguns alunos”.

A modalidade pode ser praticada por crianças a partir dos 05 anos de idade e é uma expressão cultural brasileira que compreende os elementos: arte-marcial, esporte, cultura popular, dança e música. “Ela constrói relações de sociabilidade e familiaridade entre mestres e discípulos, sendo difundida de modo oral e gestual nas ruas e academias”, conta o professor da escolinha de São Miguel, Alexandre Carra.

Os interessados em fazer parte da escolinha gratuita de capoeira do município devem entrar em contato com a secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo pelo fone 3565-8177 ou dirigir-se pessoalmente ao departamento de Esportes, localizado junto ao ginásio Joelson Marcelino, no horário das 07h30 às 11h30 e das 13h00 às 17h00.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

CAPS realiza palestra sobre prevenção às drogas co... O Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) de São Miguel do Iguaçu, vinculado à secretaria municipal de Saúde, realizou na última sexta-feira, 24, no Cent...
Estudante de São Miguel do Iguaçu vai participar d... A estudante Amanda Maldaner Schmitt, do Colégio Estadual do Campo Coelho Neto, do distrito de Aurora do Iguaçu, no interior de São Miguel do Iguaçu, ...
Esporte inicia aulas do vôlei gigante para idosos ... O departamento de Esporte, da secretaria municipal de Cultura, Esporte e Lazer de São Miguel do Iguaçu deu início às aulas do vôlei gigante, versão a...
Acismi realiza venda das Áreas Hot e Vip da festa ... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu está preparando uma grande festa para comemorar os 61 anos do município. Entre os dias 26 e 28, será real...

Compartilhe

Google+