O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da secretaria de Agricultura, e a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) estiveram reunidos na terça-feira, 20, com agricultores da Comunidade Linha Cacic para apresentar o Projeto de Implantação do Saneamento Rural e a Organização Comunitária para a gestão da água.

Na oportunidade o assessor da Diretoria Comercial Geral da Sanepar, Roboão Senegaglia, explicou aos moradores como será desenvolvido o projeto que é uma parceria firmada entre o Governo Municipal e a Sanepar. “A comunidade, através de uma associação e de uma diretoria eleita pelos moradores, irá administrar esse sistema depois de sua implantação, comprando o produto químico para a colocação na água e promovendo a manutenção do sistema”, contou Roboão.

O investimento será da ordem de R$ 400mil e vai beneficiar cerca de 43 famílias. A Sanepar é responsável pela elaboração dos projetos técnicos, apoio técnico e ambiental, materiais hidráulicos, equipamentos e treinamento técnico da comunidade que irá operar o sistema.

O município é responsável pela execução das obras conforme projeto da Sanepar, materiais e mão de obra para a construção civil de todas as unidades do sistema, abertura e fechamento de valas, assentamento das tubulações e execução das ligações domiciliares. O município continua responsável pelo sistema, que será gerenciado pela comunidade, após receber capacitação da Sanepar.

Na reunião de terça-feira foi eleita a diretoria que irá administrar o sistema e o presidente será o Sr. Gilberto Machado. “Estamos esperando esse momento há vários anos e estamos felizes por toda a comunidade. Agradecemos ao Governo Municipal e a Sanepar por atender nosso pedido”.

Para o vereador Evandro Ghellere esse é um momento muito importante para comunidade da Cacic, principalmente para essas famílias. “Elas vão passar a contar com sua própria água, já que o fornecimento até então é feito por uma família de lá. Hoje essa parceria entre Governo Municipal e Sanepar vai poder levar a distribuição de água a todas essas famílias com tratamento e qualidade”, completou.

Segundo o secretário de Agricultura, Marcelo Alexandre, é uma satisfação ver o contentamento desses moradores com essa conquista, se tornando independentes na questão da água. “Fortalece a comunidade e a torna independente naquilo que é de mais precioso, ou seja, a água”.

Nessa região já está construído o Poço Artesiano num terreno de 10 x10 e a casa de tratamento, numa parceria entre o Instituto de Águas e Terra do Paraná e o Governo Municipal. O poço tem uma capacidade de vazão 10,8 cúbicos por hora e aproximadamente 100 metros de profundidade.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

Participantes do projeto ‘Academia da Saúde’ receb... Foi realizada na tarde desta sexta-feira, 10, uma palestra sobre educação financeira para os participantes do projeto ‘Academia da Saúde’, que é dese...
Implantação de Projetos Habitacionais é tema de en... Em reunião promovida pela secretaria municipal de Assuntos Comunitários, representantes da Cohapar - Companhia de Habitação do Paraná, foram recebido...
Professor do departamento de Cultura e fisioterape... O professor de viola brasileira do departamento de Cultura, da secretaria municipal de Cultura, Esporte e Lazer de São Miguel do Iguaçu, Marcos Pires...

Compartilhe

Google+