O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da secretaria de Assuntos Comunitários, Segurança e Trânsito, inaugurou na manhã desta quarta-feira, 18, a obra de reforma da Capela Mortuária do município.

Com recursos próprios da ordem de R$ 80.335,58 (oitenta mil trezentos e trinta e cinco reais e cinquenta e oito centavos), a reforma compreendeu a pintura interna, externa e do telhado, melhorias nos banheiros, troca das cortinas, melhorias na iluminação interna e a troca do piso interno e das portas.

Agora, a capela volta a ficar à disposição da comunidade para velórios com melhores condições, destacou o secretário de Assuntos Comunitários, Segurança e Trânsito, Alexandro Alcará. “Quem precisar basta entrar em contato com a Central de Luto que fica junto à secretaria no Paço Municipal ou pelo fone 3565-8143 e o 24horas (45) 9.9157-9919”, informou.

O Governo Municipal tem destinado recursos para essa área com a ideia, inclusive, de construir uma Capela Mortuária próxima ao Cemitério Parque Municipal. “Realizamos diversas melhoras nos dois cemitérios da cidade. No Cemitério Parque, por exemplo, construímos o portal de entrada e o muro, além de disponibilizar seguranças para o local”, destacou o secretário, ao lembrar que no início da gestão foi construído o estacionamento, que agora recebeu pintura nova.

Para o presidente da Câmara de Vereadores, Anderson Lazzeris, são visíveis as melhorias na Capela Mortuária. “As pessoas que vem aqui velar seus entes queridos estarão num local agradável e com toda a estrutura necessária”.

É o único espaço apropriado na cidade para velar as pessoas da comunidade. “Essas melhorias foram feitas em boa hora e já temos o compromisso da construção da segunda capela mortuária para atender a demanda”, disse o vice-prefeito, Claudio Rodrigues.

O prefeito Boaventura Motta, enfatizou que o local da despedida dos entes queridos precisa ter as melhores condições. “As pessoas precisam se sentir bem nesse local em que pese estar passando pela dor e o sofrimento da perda de um ente querido”. Motta fez questão de destacar que essa e muitas outras obras estão sendo realizadas com recursos próprios. “O município tem dinheiro para essas obras e que precisa ser aplicado para o bem da comunidade”.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL


Compartilhe

Google+