O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por meio da secretaria de Educação, recebeu a doação de 456 kg de filés de tilápia que serão utilizados na merenda das 13 escolas municipais, dos 06 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI’s) e da Escola Pestalozzi.

Os peixes foram produzidos em sistema de cultivo controlado, como resultado de uma pesquisa entre Itaipu Binacional, Cooperativa Agroindustrial Consolata (Copacol) e Instituto Neotropical de Pesquisas Ambientais (Ineo) sobre a influência da aquicultura na qualidade da água. O projeto iniciado em abril deste ano também tem a participação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp).

A entrega dos alimentos aconteceu na manhã de quinta-feira, 19, na Escola Municipal Vitorino Barbiero e cada unidade de ensino recebeu a quantidade de peixe conforme o número de aluno.

É a primeira vez que o peixe será servido na merenda escolar do município e a ideia é avaliar a aceitação do alimento por parte dos estudantes para, posteriormente, implantar um projeto para transformá-lo em um item do cardápio.

“O peixe é uma fonte de proteínas e gorduras boas, como o ômega 3, que aumentam a produção das células de defesa do organismo, fortalecendo o sistema imune. Além disso, é um alimento rico em vitamina C e vitamina E, que contêm propriedades anti-inflamatórias, protegendo o sistema imune de possíveis inflamações”, informou a nutricionista da secretaria de Educação, Ana Paula Nascimento Cruz.

O município de São Miguel do Iguaçu vai investir esse ano R$ 1,5 mi na merenda escolar e desse valor, R$ 300mil é recurso oriundo do Programa Nacional de Alimentação Escolar do Governo Federal e o restante, R$ 1,2 mi, de recursos próprios.  São atendidas mais de três mil crianças por dia.

A vice-diretora da Escola Pestalozzi, Débora Cechinel Moreti, contou que vai ser um lanche diferente para os alunos com uma complementação importante. “A atual merenda é muito bem diversificada, no entanto, o peixe ainda não faz parte do cardápio”.

Para a coordenadora do CMEI Carolina Barela, Leila Regina Oliveira, servir o peixe será um bom incentivo no alimento das crianças. “Temos alunos que nunca experimentaram o peixe porque é um alimento de custo elevado”.

A diretora da Escola Vitorino Barbiero, Adriana Terezinha Moro, citou que será uma excelente experiência servir peixe para os alunos. “Acredito que será aprovado pelas crianças e vai ser um complemento bem vindo no lanche”.

O diretor da Escola Ranieri de Matia da Cacic, Adilson Becker, falou que é uma novidade e acredita que os alunos vão adorar o peixe no cardápio. “Os alunos vão aprovar a ideia”.

A secretária de Educação, Solange Gamba Motta, agradeceu a Itaipu Binacional e a Copacol pela doação que será muito bem aproveitada na merenda dos alunos. “Nossa ideia é implantar o peixe no cardápio dos alunos tendo em vista o seu valor nutricional”.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

‘Expedição do Conhecimento’ vai estar em São Migue... O município de São Miguel do Iguaçu vai receber na próxima semana, de terça (29) a quinta-feira (31), a unidade móvel “Expedição do Conhecimento”, qu...
Maio Amarelo: Blitz educativa no centro chama a at... Em alusão ao ‘Maio Amarelo’, o Órgão Municipal Executivo de Trânsito e Rodoviário de São Miguel do Iguaçu (SMITRANS) e a Guarda Municipal de São Migu...
São Miguel do Iguaçu vai realizar o 1º Seminário d... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da secretaria de Desenvolvimento Econômico, as instituições financeiras do município e a ...
Futsal de São Miguel do Iguaçu decide título do Re... As equipes masculinas de futsal que representam a secretaria municipal de Cultura, Esporte e Lazer de São Miguel do Iguaçu decidem neste final de sem...

Compartilhe

Google+