O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, através da secretaria de Agricultura, publicou no Diário Oficial Eletrônico desta terça-feira, 27, o decreto nº 478/2021, que regulamenta o Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal (SIM/POA).

Com a publicação ficam instituídas normas que regulam, em todo o território de São Miguel do Iguaçu, o serviço de inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal, instituído pela Lei Municipal nº3.428/2021, garantindo a qualidade dos produtos que são produzidos e/ou comercializados no município.

De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Marcelo Alexandre, São Miguel do Iguaçu tem uma grande demanda de agroindústrias que estão necessitando do selo para poderem iniciar ou até mesmo expandir suas produções e agora, com regulamentação, terão condições de fomentar a economia. ‘O setor estava abandonado, esquecido. Essa reativação é uma forma de ampliar as possibilidades de comércio dE todos os produtos de origem animal, por isso, reativar o Serviço de Inspeção Municipal é uma grande vitória, uma grande conquista’, destacou.

Antes da reativação, a equipe da secretaria revisou a regulamentação e ajustou vários pontos para adequar a inspeção à realidade do município. ‘Esse processo foi todo revisado e melhorado para que os produtores possam voltar a produzir e ter o mercado livre dentro do município, podendo comercializar seus produtos em todos os estabelecimentos, pois tendo o selo, os produtos têm credibilidade e os consumidores segurança para comprar produtos de qualidade garantida’, destacou o secretário.

Após a regulamentação, a secretaria de Agricultura ajusta os últimos detalhes para iniciar os atendimentos aos produtores o quanto antes. Paralelamente já está preparando o projeto para buscar junto ao estado o selo SUSAF – Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, visando conquistar a autorização para que os produtos produzidos em São Miguel do Iguaçu possam ser comercializados também em todo o Paraná.

A pasta também está desenvolvendo um estudo sobre a possibilidade de promover um convênio para controle sanitário do rebanho de todo o município, através de exames, além de outros apoios aos produtores, visando garantir 100% de qualidade nos produtos produzidos, com assistência técnica direta aos criadores. ‘Queremos não apenas fiscalizar, mas também dar todo o suporte para que as agroindústrias possam crescer e consequentemente gerar empregos, garantindo assim o crescimento do nosso município’, afirmou Marcelo Alexandre.  

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MÍDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

São Miguel do Iguaçu registra 77º óbito causado pe... O município de São Miguel do Iguaçu registrou na manhã desta quinta-feira, 04, o 77º óbito causado por consequências da Covid-19. A vítima é uma senh...
São Miguel inicia implantação do Serviço de Acolhi... O município de São Miguel do Iguaçu conta com o Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes – Casa Lar e está iniciando a impla...

Compartilhe

Google+