Terminam amanhã (05) as inscrições para o Concurso Público da prefeitura de São Miguel do Iguaçu. No total são 28 vagas disponíveis para a área da saúde e social, sendo cinco vagas para o cargo de enfermeiro, duas para médico, três para psicólogo, e 18 para técnico em enfermagem. Os salários variam de R$ 1.300,00 a R$ 4.947,64.

 

As inscrições estão abertas desde o dia 21 de novembro no site www.fadct.org.br. Para se inscrever basta clicar na guia “Concursos com inscrição aberto”. O prazo termina às 23 horas e 59 minutos desta quinta-feira.

 

Conforme a Secretária Municipal de Saúde, Maria Elisabete de Borba, o profissional da saúde deve ser permanente já que a cada mandato trocam-se quase todos os servidores e a população acaba sendo prejudicada. “Quando o profissional inicia seu trabalho em determinado cargo, ele cria um elo com a população, passando a conhecer de perto a necessidade dos usuários da saúde. Sem contar a capacitação que o servidor deve ter para utilizar o sistema de dados”, afirma. Ainda conforme a gestora, o concurso é uma exigência do Tribunal de Contas da União.

 

A taxa de inscrição para a vaga de técnico de enfermagem é de R$ 60,00. Para os demais cargos o investimento é de R$ 90,00. Conforme o edital, o pagamento deve ser efetuado até o dia 06 de dezembro.

 

O concurso será executado pelo FADCT – Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Vale do Piquiri, instituição vinculada à Universidade Estadual de Maringá e que realiza concursos em prefeituras e câmaras de diversos municípios do Paraná, como Sarandi, Entre Rios do Oeste, Maringá, Iporã e Engenheiro Beltrão.

 

A divulgação dos locais de prova, bem como o ensalamento e horário ocorrerá no dia 17 de dezembro, com data provável para realização das provas escritas no dia 22 de dezembro.

 

Mais vagas – Está previsto para o início do ano 2014 a realização de Concurso Público em São Miguel do Iguaçu também para área da educação. O mesmo se faz necessário pela desistência e aposentadoria de professores e educadores infantis efetivos e o aumento do número de crianças atendidas no ensino público do município.

 

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Compartilhe

Google+