Na manhã de hoje (25), os 354 alunos dos 5º anos do Ensino Fundamental da Rede Municipal de São Miguel do Iguaçu participaram da solenidade de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD.

 

VEJA TODAS AS FOTOS 


A Prefeitura Municipal, por intermédio da Secretaria de Educação juntamente com o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, realizam esse trabalho nas escolas há 11 anos. Um projeto preventivo, com objetivo de mostrar as habilidades necessárias e motivação para manterem-se longe das drogas, atitudes positivas e respeito às leis, com auxílio de policiais e professores.

A formatura foi realizada no CTG Querência Amada e contou com a presença do vice-prefeito, Mauro Luciano Remor, Secretária de Educação, Marli Frasson Possamai, Educador Social do Proerd, Policial Córdova, Secretária de Assistência Social, Serli dos Reis, além dos 354 formandos, demais autoridades civis e militares, familiares, professores e diretores.

O PROERD é aplicado em parceria nas escolas e hoje conta com 3 currículos. No currículo de 5º ano, as crianças, aprendem como dizer não as drogas e o mal que estas causam no organismo, e também a dizer não a violência como por exemplo o Bullying. O sucesso do programa depende do empenho de todos os envolvidos neste processo de aprendizagem, ou seja, da escola, polícia e família.

Durante o transcorrer do período letivo, como parte das atividades em sala de aula, os alunos elaboraram uma redação, tendo como tema – O PROERD. Após analise de todas as redações, somente três foram os vencedores; a aluna Maria Kiyoko dos Santos da Escola Ipiranga, o aluno Maximiliano da Silva Lamera da Escola Osório e a aluna Thaisa Maiara de Lima Ferreira da Escola Serafin Machado, cada um recebeu um tablet como premiação.

As Escolas Geraldo Caldani e Raineri de Mattia ficaram responsáveis pelas apresentações de peças com intuito de mostrar a realidade das famílias e pessoas que tem dependentes químicos em suas casas.

Córdova explica que esse projeto é muito importante, pois além de ser desenvolvido com crianças, ele ensina a pessoa dizer não para as drogas. “Trabalhamos durante todo o ano com alunos do 5º ano, ensinamos maneiras e formas diferentes, para as crianças nunca aceitarem drogas. Foram 11 encontros em salas de aula e nesse 12º encontro é realizado a formatura com o juramento das crianças”.
 


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Tallini Klassmann – MTE 10.115/PR

Publicado às 12h22


Compartilhe

Google+