Desde ontem (14), merendeiras e nutricionistas das Escolas Municipais de 15 municípios lindeiros ao Lago de Itaipu, estão em São Miguel do Iguaçu recebendo uma Formação Continuada.

Ontem representantes de sete municípios estiveram o dia inteiro no Sítio Arruda, aprendendo receitas novas de como reaproveitar os alimentos que muitas vezes acabam no lixo. Hoje, os demais representantes também vão receber essa capacitação.

O Sítio Arruda, localizado na linha Urussanga, foi escolhido para a realização das oficinas pela variedade de produtos orgânicos produzidos no sítio. As merendeiras e nutricionistas além de fazerem anotações, também colocaram em prática o que estavam aprendendo, muitas delas ajudaram a preparar o almoço, sobremesa, café da tarde, tudo reaproveitando os alimentos e pensando em uma alimentação saudável.

O Coordenador da Linha Ecológica e responsável pela Formação Continuada, Mauri José Schneider disse que essa capacitação é uma troca de experiência. “O objetivo é levar esse conhecimento, do reaproveitamento de alimentos, para aplicar na escola, onde os alunos possam ter uma alimentação saudável”.

A gastrônoma Amanda Marfil vinda da cidade de Bocaiuva (região metropolitana de Curitiba) relata que essa capacitação é para trabalhar a questão da terra, do alimento e do corpo. “O primeiro módulo é trabalhar os princípios básicos da agroecologia, mostrando como a saúde da terra está direcionada diretamente a saúde do alimento e a saúde do nosso corpo”.

Para a merendeira Geni Salete de Foz do Iguaçu, o curso é de suma importância, pois ela que vive na cidade, não tem um contato direto com produtos orgânicos. “Espero levar esse conhecimento para a escola onde trabalho e para o dia-a-dia da família. Devido ao custo muitas frutas que compro no supermercado já estão quase estragando e, agora aprendi algumas receitas de como reaproveitar esses alimentos e não jogar no lixo, como fazia antes”, relata Geni.

A Formação Continuada acontece por etapas, com quatro encontros e o encerramento será realizado em novembro no Cultivando Água Boa em Foz do Iguaçu. Todos os participantes receberão certificados de aproximadamente 50 horas/aula.

 

 


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Atualizado às 16h21

Tallini Klassmann


Compartilhe

Google+