Os usuários da Academia da Saúde em São Miguel do Iguaçu receberam na manhã de ontem (05) uma oficina sobre Compostagem Doméstica, referente ao tema de Segurança Alimentar, dando continuidade ao assunto de Reaproveitamento de Alimentos, trabalhado na semana passada.

Quem ministrou a palestra foi a nutricionista, Andreia Wendling. De acordo com ela, a Compostagem Doméstica é uma alternativa de destinação adequada para os resíduos orgânicos que não foram reaproveitados, de forma a voltar para o ciclo dos alimentos sem gerar danos ao meio ambiente e produzindo, a partir disto, o húmus e o chorume, que são adubos ricos em nutrientes para as plantas e para a horta. É uma forma de reciclar cascas de frutas e legumes, borra e filtro de café, cascas de ovos, guardanapos, erva mate que iriam para o lixo. Fazendo compostagem em casa, além de termos a vantagem de produzir o nosso próprio adubo, estamos fazendo a nossa parte como cidadão e cuidando do meio ambiente, diminuindo o volume de lixo orgânico que vai para os aterros e lixões.

A técnica de compostagem (minhocário) que foi apresentada é simples e barata e pode ser feita inclusive por pessoas que não tem muito espaço em casa ou que moram em apartamento, ela é feita basicamente em 3 caixas ou baldes que se encaixam, com a utilização de resíduos orgânicos, folhas secas ou aparas de grama e minhocas, que transformam os resíduos em húmus.

Essa pratica tem um enorme potencial, pois, segundo o Ipea, diariamente o Brasil produz cerca 94,3 toneladas de lixo orgânico, o que corresponde a 51% do lixo urbano. Fonte: Ascom/Consea

“Eu pratico a compostagem e defendo a necessidade de estimular a prática pela população e promover mais ações de sustentabilidade, de forma a diminuir o impacto no meio ambiente. Como nutricionista, é muito importante orientar as pessoas sobre a segurança alimentar, pois isto envolve o planejamento das compras, do preparo das refeições, ao cuidado com o desperdício, ao reaproveitamento de alimentos e, finalmente, a destinação correta dos resíduos provenientes da cozinha”, enfatiza Andreia.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MÍDIA SOCIAL


Compartilhe

Google+