O processo de licitação foi vencido pela empresa Trena Execuções Pré Fabricadas Ltda. e desde segunda-feira, 23, já iniciou os serviços de limpeza e aterramento das cabeceiras para execução da obra.

 

A Ponte sobre o Rio Leão terá aproximadamente 6 metros de vão e será toda em concreto, conforme as especificações previstas no edital de licitação. Sua construção atende pedido de urgência feito pelo secretário municipal de obras e viação, Mário Morgeinstern, na data de 13 de março do corrente ano, tendo em vista a ocorrência de incêndio na obra anterior, cujas vigas e passarela eram em madeira.

 

O fato foi registrado na Delegacia de Polícia através do Boletim de Ocorrência número 2012/223531, sendo instaurado inquérito pela autoridade policial (na época Dr. Herculano de Abreu).

 

Decorridos mais de 30 dias do incêndio o inquérito não foi concluído, apesar de nomes já terem sido levantados como suspeitos do crime, ocorrido na noite de 10 de março último.

 

Atento ao trabalho da polícia o prefeito Armando Polita determinou que a execução da obra de recuperação da ponte fosse agilizada. “Precisamos retomar o tráfego no local. Lá transitam pessoas e o escoamento da safra, mas não é possível conceber que ainda existam pessoas agindo dessa forma. Foi cometido um crime contra o patrimônio do município e as medidas cabíveis devem ser tomadas” garante o prefeito.

 

A Ponte

Não há registros oficiais sobre a inauguração da referida ponte, que segundo a secretaria de obras e viação ainda era uma das últimas pontes construídas em madeira do município.

 

Com o sinistro ficou impraticável a passagem de qualquer tipo de veículo pelo local e o trânsito procedente das comunidades de Linha Brasil, Linha Cotia, Alto e Baixo Laranjita pode ser feito através de desvios. Com exceção dos pedestres que construíram uma taipa para transpor o local.


Compartilhe

Google+