A arrecadação da Prefeitura de São Miguel do Iguaçu em 2013 ficou 28,8% acima da estimativa prevista para o período, saltando de R$ 60.799.300,00 para R$ 78.292.111,59. Os números foram apresentados pela equipe da Secretaria Municipal de Finanças durante audiência pública realizada na tarde de hoje (24), na Câmara de Vereadores.

Para o prefeito Claudio Dutra, a avaliação é positiva. “A população está receptiva e procurando recolher os tributos, pois entende que somente a partir da receita é que todos os investimentos e projetos elaborados poderão ser executados, refletindo em melhorias pelo município”, afirma.

Já as despesas líquidas representam R$ 68.084.011,76. Considerando os recursos livres e vinculados, o Município fechou 2013 com um superávit financeiro de R$ 10,208 milhões.

Em 2013, o São Miguel do Iguaçu gastou quase 21% da receita em saúde – a Constituição prevê mínimo de 15%, totalizando um investimento de R$ 641,00 por pessoa. Destes, R$ 100,00 são oriundos do SUS e R$ 541,00 investidos de recursos próprios do município.

Em educação foram aplicados mais de 36% da receita, sendo 25% o previsto. Outros R$ 2.054.462,00 foram repassados para a Câmara de Vereadores.

Os indicadores mostram ainda uma redução de 19,55% da dívida pública municipal, reduzindo de R$ 7,606 milhões para R$ 6,119 milhões.

Para o presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Câmara de Vereadores, Elton Somavila, as metas ficais foram cumpridas de acordo com o previsto. “É importante que a população participe de momentos como estes, como a prestação de contas, para que fique sabendo onde seu dinheiro é investido”, ressalta.

 

 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO


Compartilhe

Google+