Mesmo com a coleta de lixo sendo realizada regularmente em São Miguel do Iguaçu, quase que diariamente é possível encontrar resíduos sólidos nas cestas em todas as regiões da cidade, principalmente finais de semana, no centro. Pensando nisso, a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Administração está elaborando uma Lei que será enviada para votação na Câmara Municipal de Vereadores.

O serviço de limpeza pública da cidade é terceirizado, porém o Município está reassumindo alguns serviços, de acordo com a disponibilidade de mão de obra. Um exemplo é a coleta do lixo orgânico, que já está sendo realizada pela equipe da prefeitura e com caminhões próprios.

O Secretário de Administração, Valdecir Lago, relata que foi realizada uma escala para as três equipes, com horários, datas e locais onde será feita a coleta. “Portanto, nós pedimos para a população para que acondicione o lixo em sacolas de qualquer espécie, amaradas e colocadas em frente às residências, próximo ao horário em que o caminhão irá passar”, sugere Valdecir.

A mesma regra serve para a coleta de lixo reciclável. “O município oferece a sacola. Se, por ventura, alguma família não estiver recebendo essa sacola que comunique a Secretaria de Meio Ambiente para verificar o que está acontecendo”, salienta o secretário.

Com relação aos entulhos e galhos de árvores, o munícipe pode colocá-los em frente a sua casa, porém precisa de uma autorização da Secretaria de Meio Ambiente com agendamento para que seja feita a coleta. O entulho não pode atrapalhar as vias públicas, nem os pedestres.

“Após a lei aprovada, será dada a ampla divulgação e após o prazo de orientação, nós cumprir o que a legislação determina (multa), pois se a pessoa joga o lixo orgânico e/ou reciclável de qualquer jeito em frente à residência, os animais rasgam, o ambiente fica sujo, fica feio para a cidade”, finaliza Valdecir.

*Em anexo veja o cronograma de coleta.
 

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Públicada às 11h25


Compartilhe

Google+