Durante todo o dia de hoje (11), os profissionais da saúde de São Miguel do Iguaçu, sendo eles, agentes comunitários, enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos e a equipe do NASF, estão recebendo uma capacitação da APSUS (Atenção Primaria à Saúde), sobre a saúde do idoso.

A capacitação acontece todos os anos por etapas, envolvendo mais de 30 mil funcionários da saúde do Paraná. Para a coordenadora das oficinas APSUS, Aldamira Affornalli, os encontros da capacitação são importantíssimos. “Esse encontro é o nosso último do ano, e em todos eles nós sempre debatemos como que está o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, de como está o trabalho integrado. Pensando sempre no beneficio à população e aos profissionais da saúde, que atendem melhor seus pacientes”, salienta Adamira.

As oficinas que iniciaram em 2011, tratam os seguintes temas: Oficina de Rede, Oficina de Território, Doenças cardiovasculares, Tuberculose e Dengue, Mãe Paranaense (saúde materna e infantil), e agora Saúde do Idoso. 

A médica do CAPS, Elda Menezes, relata que as oficinas dão a oportunidade de reunir toda a equipe da saúde e debater alguns assuntos. “Assim ficamos sabendo como está funcionando todas as equipes, podemos trocar ideias e focar em vários pontos da saúde pública. Hoje especificamente estamos falando sobre o idoso, uma população que está crescendo gradativamente e precisamos ter atenção especial para eles”, explica Elda.

Hoje, a expectativa de vida no Paraná é de 73.5 anos, sendo considerada uma expectativa de primeiro mundo, desde que, existem profissionais qualificados à prevenção de doenças.

 


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Tallini Klassmann – MTE 10.115/PR

Públicado às 11h41


Compartilhe

Google+