Visando a prevenção de doenças da população são-miguelense, o Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu lançou nesta manhã, dia 03, o programa Bom Apetite. Uma iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde que irá promover e estimular a mudança de hábitos alimentares e a prática regular de atividades físicas de grupos diversificados. 

O lançamento do ‘Bom Apetite’ aconteceu no hall de entrada do Paço Municipal com a participação do Prefeito Claudio Dutra, Secretário de Saúde, Luiz Antonio Klajn, demais secretários, vereadores, servidores públicos e a população em geral.

O programa visa à reeducação alimentar que são pequenas alterações do dia-a-dia, sendo a substituição de um pão branco por um integral, tomar sucos em vez de refrigerantes, além de se exercitar durante o dia. São essas atitudes que irão fazer a diferença no final.

O diferencial desse programa é a competição, serão estabelecidos grupos do interior e da cidade, além das categorias especiais, sendo os comércios, indústrias, setores da Administração Municipal, entre outros.

Os interessados em participar do ‘Programa Bom Apetite’ devem procurar as Unidades Básicas de Saúde da sua comunidade, sendo que no interior cada UBS é formada por um grupo de 10 pessoas, no centro cada UBS por 20 pessoas, já as categorias especiais são grupos menores.

De acordo com o Secretário de Saúde, Luiz, o programa terá inicio no próximo ano. “Com as festividades de Natal e ano novo, ninguém irá resistir de comer um pouco a mais, deste modo, decidimos lançar o programa agora e iniciar as atividades em janeiro. Com certeza será uma competição divertida e que trará vários benefícios a saúde da população”, explica Luiz.

Durante quatro meses, período da competição, haverá orientações nutricionais, avaliação física e médica, além de atividades simples de Educação Física que podem ser feitas em casa, academias ao ar livre ou praças. Ao término, o grupo que perdeu mais peso receberá premiação.

Outro diferencial da competição é, todos os participantes do Bom Apetite serão avaliados e será apurado o volume total de peso perdido. “Imaginamos que todos os grupos somam mais de mil quilos perdidos nesses quatro meses, então vamos arrecadar essa quantia em alimentos não perecíveis para doar às entidades assistenciais” salienta o secretário Luiz.

O Prefeito Claudio Dutra avaliou como positivo o programa e falou sobre a questão preventiva da saúde. “Primeiramente quero parabenizar todos os envolvidos nesse projeto, pois isso só mostra o quanto estamos unidos trabalhando para o futuro de São Miguel. A nossa prioridade é a Saúde, muitas pessoas reclamam da falta de um semáforo no trevo do supermercado saindo à prainha, mas não olham a grandiosa obra que estamos construindo um pouco para cima na rua, que é o Hospital e Maternidade Municipal e UPA. Ano que vem vamos inaugurar e entregar funcionando para a população, mas isso não significa que o semáforo no trevo não é importante, só estamos dando prioridade para uma estrutura maior, assim que inaugurada, com certeza estaremos estudando para instalar o semáforo. Temos que ter respeito pelas autoridades que foram eleitas pelo povo, sendo presidente, deputados, prefeitos e vereadores. Estamos contentes por viabilizar vários recursos para São Miguel do Iguaçu e nos próximos dias a população estará vendo a abertura da maternidade, onde as crianças irão voltar a nascer no nosso município. Críticas acontecem, mas nós temos o compromisso com a sociedade de fazer o bem para todos”, enfatiza Dutra.

 


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Tallini Klassmann – MTE 10.115/PR

Publicado às 11h52


Compartilhe

Google+