Durante o programa de capacitação dos Conselheiros, promovida pela Secretaria de Assistência Social, encerrado na última sexta-feira,17, no Centro de Convivência do Idoso Ilze Picolli Pagot, o Programa Segundo Tempo foi apresentado aos conselheiros do: CMAS, CMDI, CMDCA, CMDM E CONSEA, bem como e aos Conselheiros Tutelares do município.

 

Segundo a Secretária de Assistência Social, Nailor Teresa Polita – “trata-se de uma estratégia de ação para colocar os conselheiros municipais por dentro desse Programa que tem grande alcançe social nas comunidades jovens” – afirma.

 

O Programa Segundo Tempo foi criado pelo Governo Federal, através do Ministério do Esporte e está sendo implantado no município de São Miguel do Iguaçu em 4 polos. Tem por objetivo democratizar o acesso à prática esportiva e o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, como fator de formação da cidadania e melhoria da qualidade de vida, com prioridade para as áreas de vulnerabilidade social dos municípios. 

 

A professora Marisa Cerutti de Andrade será a coordenadora municipal do Programa em São Miguel do Iguaçu e a coordenadora pedagógica será a professora de Educação Física, Francielle Cheuczuk.

Franciele Cheuczuk foi quem apresentou o Programa aos conselheiros. Ela admite que a explanação despertou interesse entre os participantes gerando uma grande expectativa para o início das atividades.

 

Em São Miguel do Iguaçu o Programa Segundo Tempo terá cerca de 400 participantes na forma de contraturno escolar. Entre as atividades a serem desenvolvidas destaca-se a Ginástica Rítmica, modalidade de esporte olímpico que tem despertado grande interesse do público infantil, maior alvo do projeto no município.

 

Nos municípios onde atua o Programa Segundo Tempo oferece a prática de no mínimo três modalidades esportivas com uma freqüência mínima de três vezes por semana. Também são ofertadas atividades complementares como reforço escolar e atividades culturais, além de um reforço alimentar ao público atendido.

 

O programa além de oferecer uma opção a mais para crianças e jovens, vai gerar vários empregos diretos e indiretos para profissionais da área que terão capacitação permanente durante  o desenvolvimento do programa.


Compartilhe

Google+