Em São Miguel do Iguaçu, 300 jovens com idades entre 18 e 29 anos estão sendo beneficiados pelo Programa Projovem Trabalhador com cursos de qualificação profissional.

 

O grupo participou, terça-feira, 8, do lançamento do Projovem, no Centro de Convivência do Idoso Ilze Piccoli Pagot e foi prestigiado pelo prefeito Armando Polita que estava acompanhado da esposa, Nailor Polita e o vice prefeito Volnei Adamante.

 

O cerimonial reuniu no grupo de destaque além dos três a secretária de indústria, comércio e serviços, Vanilda Scheffer Justo, o vereador Agenor Dorigon que representou o presidente, Antônio Dilmar T. Mafalda, a coordenadora da Escola do Trabalho, Veranice Heinsch, o representante da empresa MLD – Capacitação e Treinamentos, executora do projeto, Adoaldo Lenzi Junior e a ex-aluna, Ivânia Lopes Sobrinho.

 

Ivânia que freqüentou a primeira turma, em 2009, falou da importância o Projovem na transformação da sua vida. Ela é proprietária de um salão de beleza e falou de sua experiência pós-curso.  “Para mim o Projovem de 2009 foi muito importante. Todos estão de parabéns em estarem aqui. Tenham a certeza que esse momento é o começo de tudo” – disse.

 

Para a secretária da indústria, comércio e serviços, Vanilda Scheffer Justo, cuja responsabilidade será coordenar e executar projeto, o Projovem foi uma conquista. Ela disse que São Miguel do Iguaçu está entre os poucos municípios da região com projeto aprovado pelo Ministério do Trabalho e Emprego pela segunda vez.  “o que o governo quer é que todos os inscritos se comprometam com a conclusão dos cursos para os quais foram matriculados. Quero ter certeza de que todos estarão conosco na cerimônia de formatura”, disse a secretária.

 

O prefeito Armando Polita disse aos cerca de 300 alunos e familiares presentes, que os cursos foram identificados em áreas onde existe mais carência de mão de obra. Serão 350 horas de aulas, teóricas e práticas dos cursos de: soldador, beleza e estética, manipulação de alimentos, auxiliar de administração, área de saúde (com ênfase para recepcionistas de consultórios: médico, odontológico e hospital) e costura industrial.

 

Ele incentivou os presentes para que não deixem de freqüentar as aulas. “O nosso objetivo é qualificar as pessoas e proporcionar qualidade de vida. Todo o ser humano, independente da faixa etária precisa apreender. A cidadania se conquista com educação, com trabalho e acima de tudo com o envolvimento da sociedade. O Projovem sintetiza essa lógica” – finalizou.

 

As aulas do Projovem Trabalhador estão sendo ministradas nas escolas: do Trabalho, João Manoel Scheffer e Municipal Vitorino Barbiero, nos turnos da manhã, tarde e noite, sendo que o curso mais concorrido é do soldador com duas turmas.

 


Compartilhe

Google+