A folha de pagamento de salários do município de São Miguel do Iguaçu terá novos números, a partir de agora. O município promoveu a equiparação salarial de 287 profissionais em educação, entre professores e educadores beneficiados com o novo piso salarial, regulamentado pelo governo federal que passou para R$ 1.451,00 por 40 horas de trabalho.

 

A regulamentação promove um ganho aos professores municipais na ordem de 14,56%. O município pagava antes da normativa federal, um salário de R$ 1.266,52 para a classe dos professores, portanto valor superior ao salário praticado pelo governo federal.

 

Já os educadores infantis, que somam cerca de 80 profissionais, cujo salário era de R$ 1.187,14, terão o reajuste cheio de 22,22% previsto pelo Piso Nacional do Magistério.

 

O setor de Recursos Humanos do município informa que, com a equiparação promovida, a folha de pagamentos dos professores e educadores ultrapassa a meio milhão de reais/mês.

 

Para a secretária de educação Maria Margarida Pansera “O piso salarial vem para resgatar a valorização do professor, sendo um fator importante na melhoria da qualidade de vida desses profissionais que tem nas mãos a formação de conhecimento, ética e moral das crianças e jovens brasileiros”.

 

O prefeito Armando Polita considera positiva a medida uma vez que beneficia uma classe de profissionais de grande importância na formação da sociedade.  “São eles os responsáveis pela formação das nossas crianças e jovens. Nada mais justo que lhes sejam pagos salários cada vez mais dignos”, afirmou.


Compartilhe

Google+