Lideranças governamentais de São Miguel do Iguaçu, Diamante D’Oeste, Santa Helena, Foz do Iguaçu e da Superintendência Geral de Diálogo e Integração Social (SUDIS), do Governo do Paraná, e caciques indígenas da região, estiveram reunidos na sexta-feira, 13, na sala de reuniões da prefeitura de São Miguel, para concretizar a criação do Consórcio das Sociedades Indígenas do Iguaçu.

O consórcio busca a integração dos municípios da região que tem comunidades indígenas, as chamadas ‘cidades indígenas’, visando um trabalho conjunto em relação a pautas comuns como habitação, infraestrutura, saúde, educação e a identidade indígena. “Além disso, essa cidade indígena vai buscar autonomia, renda e participação em convênios públicos ou privados”, conta o secretário municipal de Planejamento de São Miguel do Iguaçu, Gunar Henrique Guedes.

Outro objetivo desse consórcio é proporcionar renda financeira para as aldeias através da produção familiar. “Criar uma associação para valorizar as comunidades indígenas”, relatou Guedes.

Para o prefeito de Diamante do Oeste, Guilherme Pivatto Junior, foi um encontro produtivo que deverá trazer muitos frutos. “O consórcio vai ser um desafio, no entanto, é uma boa iniciativa e podemos avançar nesse tema em busca de recursos para essas comunidades”.

O cacique Sipriano Alves, da comunidade indígena de Diamante D’Oeste, disse que foi a primeira vez que aconteceu um diálogo dessa natureza. “Temos muitas dificuldades e esse consórcio deverá ajudar as comunidades na solução dos problemas”.

Segundo o cacique Silvano Tupãvera Sentorian, da Aldeia Indígena Tekoha Ocoy, do distrito de Santa Rosa do Ocoí, o encontro mostrou o interesse das lideranças em ouvir e apresentar soluções para as dificuldades indígenas. “Essa parceria vai trazer alívio para as comunidades que historicamente tem sofrido muita discriminação. É um momento muito importante para todos”.

O Superintendente Geral de Diálogo e Interação Social (SUDIS), Roland Rodolfo Rutyna, avaliou a reunião como muito significativa e disse que foi o primeiro passo fundamental para a implantação do consórcio. “Foi um movimento histórico realizado aqui em São Miguel do Iguaçu e o próximo passo será a assinatura do protocolo de intenções e a minuta, ou seja, a redação do primeiro documento da criação desde consórcio”.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

Equipe de Futebol de Campo vence mais uma e é líde... A equipe de Futebol de Campo de São Miguel do Iguaçu venceu a terceira partida seguida na 4ª Copa Oeste de Futebol. No domingo, 01, venceu em casa a ...
Conselho do Fumdesmi se reúne para eleger a nova d... Aconteceu na manhã desta terça-feira, 14, na sala de reuniões da prefeitura, o encontro dos membros que compõem o Conselho do Fundo de Desenvolviment...
Após queda nos casos de Covid-19, Saúde desativa a... Devido à queda nos casos ativos de Covid-19 em São Miguel do Iguaçu, a secretaria municipal de Saúde desativou a ala respiratória do Hospital e Mater...
Prorrogado prazo para estudantes técnicos e univer... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por meio da secretaria de Educação, informa que foi prorrogado o prazo para o chamamento público para co...

Compartilhe

Google+