O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por meio da secretaria de Saúde, alerta que os cuidados com o escorpião devem ser redobrados em agosto e setembro, tendo em vista que são meses em que o animal se reproduz e intensifica a busca por alimentos e sua presença será maior em diversos locais.

No município, a principal preocupação é com o escorpião amarelo, que é o mais presente e que, em caso de acidente, pode até causar a morte, principalmente em crianças.

Várias medidas devem ser tomadas pelos moradores para evitar acidentes, principalmente nesse período. A limpeza do quintal é fundamental e todo o munícipe deve mantê-lo limpo e cuidado principalmente em locais com lenhas, tijolos e outros materiais, pois são locais ideais para o esconderijo do escorpião.

Quando realizar a limpeza dos ambientes procurar usar luvas e calçados fechados. Outras medidas devem ser tomadas como:

-Evite frestas e buracos em paredes, muros, pisos e tetos.

-Tampe os ralos de pias e banheiros após o uso.

-Verifique se portas e janelas estão vedadas.

-Não acumule lixo e entulhos, isso atrai baratas e insetos que são os principais alimentos para os escorpiões.

A médica veterinária da Vigilância em Saúde, Débora Andreolla Lazzari, informa que a primeira atitude ao encontrar um escorpião é isolar o animal colocando sobre ele um pote ou algo parecido e comunicar a Vigilância Sanitária. “Isso é importante para que a equipe da Vigilância monitore o local para ver se existem mais animais”. O contato para registro e informações sobre escorpião é o telefone 3565-8146.

O município de São Miguel do Iguaçu tem uma peculiaridade nos terrenos com a grande presença de lenhas, tendo em vista que muitas residências possuem fogões. “Esse fator vai exigir uma atenção especial por parte desse morador porque as lenhas são locais preferidos de esconderijo dos escorpiões”.

Em caso de algum acidente com o animal a primeira atitude deve ser lavar o local com água e sabão e procurar, imediatamente, uma Unidade de Saúde mais próxima. “O médico vai assim realizar o protocolo de atendimento de acordo com os sintomas da vítima”, destaca Débora. O paciente não deve demorar em procurar ajuda médica porque, em casos graves, podem acontecer insuficiência renal e aritimia cardíaca.

A equipe da Vigilância Sanitária está programando novas buscas noturnas pelo escorpião. Os locais serão anunciados em breve.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

Oficinas culturais de São Miguel do Iguaçu iniciam... A secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de São Miguel do Iguaçu iniciou as aulas das oficinas culturais e está atendendo gratuitamente aproximadamen...
Atletas disputam Copa Oeste de Futebol, Paranaense... Os atletas que representam São Miguel do Iguaçu, por meio da secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, vão disputar nesse final de semana a Co...
Comitê da Dengue analisa números e discute ações d... Os membros do Comitê Intersetorial para Controle da Dengue de São Miguel do Iguaçu estiveram reunidos na tare de quarta-feira, 21, na sala de reuniõe...
Projeto de reflorestamento tem mais uma etapa real... Dando continuidades às ações de comemoração ao ‘Dia da Árvore’, o Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da secretaria de Meio Amb...

Compartilhe

Google+