Representantes da secretaria municipal de Saúde de São Miguel do Iguaçu realizaram na manhã desta quinta-feira, 13, uma apresentação dos dados de Covid-19 e Influenza H3N2 registrados no município para os integrantes do Comitê de Operações de Emergências (COE). O prefeito Motta, e o vice-prefeito, Claudio Rodrigues, também participaram da reunião.

De acordo com o apresentado, os atendimentos na Ala Respiratória montada no Complexo Hospitalar Municipal, antiga Ala Covid, subiram mais de 200% nos últimos dias e os casos confirmados também estão crescendo diariamente. Segundo com o último levantamento, São Miguel do Iguaçu tem 187 casos confirmados de Covid-19 e 15 casos confirmados de Influenza H3N2.

Apesar desses números registrados, o município vai continuar seguindo as orientações do Estado e, no momento, não está sendo levantada a possibilidade de implantar medidas restritivas. Muito se deve pela alta taxa de vacinação, que faz que com o município tenha apenas dois pacientes internados, sendo que nenhum deles precisou ser intubado.

É importante ressaltar que é preciso a colaboração de toda a comunidade para evitar o agravamento da pandemia e a necessidade de restrições. Cada um precisa fazer a sua parte tomando todas as doses de vacina previstas, fazendo o uso de máscara, higienização das mãos e evitando aglomerações.

COVID-19

O aumento dos casos positivos de Covid-19 começou a ser registrado na última semana, porém, desde a última segunda-feira, 10, que as confirmações foram aumentando mais expressivamente, chegando aos atuais 187 casos ativos, totalizando 4004 casos confirmados ao longo de toda a pandemia.

Dos casos confirmados, nenhum deles está em estado grave, necessitando de intubação. De acordo com a secretaria de Saúde, isso se deve a alta taxa de vacinação registrada no município.

No momento, a taxa de aplicação da 1ª dose ou dose única está em 100,11% do público estimado, totalizando 20.794 munícipes com idade a partir dos 18 anos. Deste total, 18.322 pessoas, ou seja, 90,86% já receberam a 2ª dose e 4.321 (23,58%) receberam a 3ª dose (reforço).

Em relação aos adolescentes de 12 a 17 anos, 2.071 receberam a primeira dose, o que representa 103,65% do público estimado e 1.230 receberam a 2ª dose, correspondendo a 59,39% do total.

E a procura pela imunização também tem aumentado nos últimos dias. Somente nos três primeiros dias desta semana, foram aplicadas 687 doses contra Covid-19.

Essa grande procura tem feito com que se forme fila para imunização. A Saúde já aumentou o número de vacinadoras e está tomando as medidas possíveis para agilizar a aplicação das doses. Ao mesmo tempo pede a compreensão dos munícipes.

No momento, as doses estão sendo aplicadas na Central de Vacinação contra Covid-19, localizada na Rua Nereu Ramos, nº 440, centro, ao lado do Transporte da Saúde e em frente à Escola Municipal Vitorino Barbiero.

H3N2

Em paralelo ao aumento de casos de Covid-19, também estão sendo registrados casos positivos de Influenza H3N2. Até o momento já foram confirmados 15 casos da doença, que é uma nova cepa da gripe, como é chamada popularmente.

No Paraná, a secretaria de Estado da Saúde (Sesa) declarou epidemia da de H3N2, tendo sido registrados 182 casos confirmados e 12 mortes provocadas pela doença.

Assim como contra a Covid-19, a prevenção contra a Influenza H3N2, que também é uma doença respiratória, ocorre da mesma forma, ou seja, com distanciamento físico entre as pessoas, uso de máscara e higiene das mãos, além da vacinação.

A vacina contra a Influeza é a mesma que é aplicada anualmente contra a gripe. Hoje todo o cidadão são-miguelense com idade a partir dos 6 meses pode receber a vacina. Basta procurar uma das Unidades de Saúde munido dos documentos pessoais e receber a dose.

O intervalo que precisa ser adotado entre a vacina contra a Covid-19 e a Influenza é de 24 horas.

Em relação aos testes para detectar a doença, após serem realizadas as coletas, as amostras são encaminhadas para regional de Foz do Iguaçu, que reencaminha para o LACEN (Laboratório Central do Estado do Paraná) realizar o exame. Por isso, o resultado pode demorar alguns dias para sair.

ATENDIMENTOS

Os pacientes que apresentarem sintomas de doenças respiratórios devem procurar a Ala Respiratória do Complexo Hospitalar Municipal, local onde estão sendo realizados os atendimentos para os casos de doenças como a Covid-19 e H3N2, além de outras respiratórias.

Com o aumento repentino de casos suspeitos e automaticamente da demanda de atendimentos, a equipe do Complexo está se desdobrando para dar atendimento o mais rápido o possível. Porém, com uma média de mais de 100 atendimentos por dia, é preciso que a população tenha compreensão, pois existe uma pequena demora. A equipe está desfalcada, com alguns profissionais afastados após confirmarem Covid-19 e novos profissionais estão sendo contratados para suprir a necessidade.

Alternativas também estão sendo analisadas, como por exemplo, a descentralização dos atendimentos de casos respiratórios, o que deverá ocorrer em breve.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MÍDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

Governo Municipal inicia transmissão ao vivo de pr... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu iniciou nesta segunda-feira, 15, a transmissão ao vivo de todos os processos licitatórios promovidos pela...
Empossada nova diretoria do Conselho Municipal de ... Foi realizada na manhã desta terça-feira, 05, a posse dos novos membros do Conselho Municipal de Assistência Social – CMAS de São Miguel do Iguaçu. ...
Governo Municipal recebe dirigentes da base do Cor... A equipe do Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu recebeu na tarde de terça-feira, 25, no gabinete do prefeito Motta, o coordenador da Escola Cox...
Inscrições para o Concurso Público seguem abertas ... Continuam abertas as inscrições para o Concurso Público nº 001/2022, que será realizado pelo Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu visando à cont...

Compartilhe

Google+