Em entrevista coletiva para a imprensa na manhã desta quinta-feira, 14, a secretaria municipal de Saúde de São Miguel do Iguaçu anunciou que o município passa a contar com soro para picada de escorpião amarelo. Até então o soro era disponível apenas em Medianeira e Foz do Iguaçu.

Na entrevista foram repassadas ainda informações sobre os cuidados com o animal e formas de prevenção de acidentes. Vivemos a época de reprodução e, por isso, estão sendo registrados muitas aparições e acidentes com o escorpião amarelo, o mais perigoso da espécie.

A secretária de Saúde, Eloni Terezinha Conzatti Queiroz, destacou que a disponibilidade do soro para picada do escorpião foi uma conquista do esforço de toda equipe de saúde. “No caso de algum acidente com o animal a pessoa poderá receber imediatamente a medicação, sem precisar esperar pela busca em Medianeira e Foz, tempo esse que pode custar uma vida”.

O diretor clínico do Hospital e Maternidade São Miguel Arcanjo, médico Pedro Matias de Araújo, disse que nem todo paciente picado pelo escorpião vai precisar do soro. “O médico ao atender o paciente vai classificar como médio, moderado ou grave o caso e, a partir daí, vai ver a necessidade da aplicação do soro”.

Foram relatados para a Vigilância Sanitária oito casos de picadas com escorpião esse ano no município. “Ao receber o relato, a equipe da vigilância visita esse paciente para saber onde aconteceu o acidente para que assim possam ser mapeados os principais locais de atuação do escorpião”, conta a médica veterinária, Débora Andreolla Lazzari.

Quando uma pessoa é picada deve comunicar imediatamente a Vigilância Sanitária e levar o animal para que possa ser identificado. “A primeira orientação ao ser picado é lavar o local com água e sabão e procurar, o mais rápido possível, assistência médica”, destaca Débora.

Uma orientação importante para prevenção ao escorpião é manter o lote limpo e livre de entulhos e vedar, principalmente à noite, que é o período que o animal sai para se alimentar, frestas de portas, janelas e ralos.

Esse ano algo estranho está acontecendo no hábito do animal porque, mesmo no inverno, ele está saindo dos seus locais para se alimentar. “Geralmente isso acontece em agosto, mas esse ano estamos observando que esse hábito está acontecendo já em julho”, informa Débora. Ela alerta que a população deve redobrar os cuidados porque esse fenômeno já está acontecendo e a tendência é de aumento no número de escorpião pelo município.

Em agosto vai acontecer uma busca ativa por escorpiões nas regiões da cidade que mais estão tendo registros com o animal. A busca ativa de escorpiões é a principal intervenção para a detecção no domicílio, bem como permitir a identificação da espécie pela captura e contribuir para o planejamento efetivo do controle do animal. “Os locais da busca deverão ser no Paraguaçu, região da rodoviária, e no centro, próximo à prefeitura”, explicou a médica.

O contato para registro e informações sobre escorpião é na Vigilância Sanitária pelo telefone 3565-8146.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL

Notícias Relacionadas

Governo Municipal abre inscrições para artistas lo... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu está preparando uma grande festa com shows nacionais para comemorar os 61 anos do município. Será de 26 a...
Defesa Civil e Bombeiros trabalham no atendimento ... A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de São Miguel do Iguaçu, com apoio das secretarias municiais, estão trabalhando desde a madrugada no atendiment...
Representantes de São Miguel são eleitos delegados... Representantes da secretaria municipal de Saúde de São Miguel do Iguaçu participaram no último dia 24 de fevereiro da Conferência Regional de Saúde M...
Governo Municipal promoveu 1º encontro dos idosos ... O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da secretaria de Saúde, promoveu no último sábado, 08, no Centro Comunitário do Bairro No...

Compartilhe

Google+