A Escola do Trabalho João Manoel Scheffer sediou, na manhã de hoje (26), um encontro entre diretores de escolas de São Miguel e representantes do Sesi/Senai, integrado ao Sistema Fiep. Os profissionais se deslocaram de Foz do Iguaçu para apresentar cursos profissionalizantes gratuitos voltados para jovens a partir de 15 anos. Os secretários de Indústria, Comércio e Serviços, Luiz Antonio Klajn, e de Educação, Marli Frasson Possamai, também participaram da reunião.

 

Segundo a gerente do Sesi/Senai de Foz, Simone Prado de Souza, o objetivo é que os diretores levem os cursos até suas respectivas escolas. “Vamos oferecer materiais e capacitações para que posteriormente os professores viabilizem estes cursos aos seus alunos”, disse.

 

Os cursos podem ser desenvolvidos em três modalidades: nos colégios, com material oferecido pelo Sesi/Senai e acompanhamento dos professores; à distância, onde qualquer pessoa pode cursar pela internet; ou na própria Escola do Trabalho – com os cursos sobre legislação trabalhista, meio ambiente, tecnologia da informação, propriedade intelectual, segurança do trabalho – ministrados por especialistas, inclusive com certificado de 60 (sessenta) horas.

 

O consultor do Sesi, Alex Beltrame, apresentou aos diretores os cursos de empreendedorismo juvenil Junior Achievement que capacita os professores para que estes agreguem o trabalho do Sesi à metodologia pedagógica, unindo forças para o desenvolvimento dos jovens.

 

A coordenadora da Escola do Trabalho, Sirlene Sagrilo Moro, ressaltou a importância da parceria entre o município e o Sistema Fiep, que beneficia diretamente os são-miguelenses. “Se o município abraçar esta causa com os nossos adolescentes, estes estarão se aprimorando no empreendedorismo, nas próprias finanças, aprendendo a controlar seus gastos; e este preparo está sendo oferecido”, completou.

 

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Luiz Antonio Klajn, destacou a iniciativa do município em oferecer tal capacitação para os adolescentes e jovens, por estes estarem em uma fase de decisões importantes de sua vida. “Costuma-se citar apenas pontos negativos relacionados aos jovens, porém existe uma gama de jovens que estão sim preocupados com o seu futuro, que acabam motivando outros, e para isso chamamos o Sesi/Senai que disponibiliza oportunidades para eles crescerem. Uma preocupação da atual administração com o futuro dos são-miguelenses”, disse o secretário.

 

 

Assessoria de Comunicação


Compartilhe

Google+