Na última sexta-feira (18) a Secretaria Municipal de Assistência Social realizou a primeira audiência pública para apresentação dos Fluxogramas de Atendimento de crianças e adolescentes em situação de violência.

O encontro no plenário da Câmara de Vereadores contou com a participação de representantes de diversas secretarias, instituições, Poderes Públicos e a população em geral. Na oportunidade foi apresentada a Comissão e também a presidente nomeada pela Administração, Alexandra Rosso do Nascimento e a coordenadora da Rede de Proteção da Criança e do Adolescente, Vanessa Tramontin da Soler Araújo.

Através de reuniões, a comissão, identificou várias demandas onde a principal delas foi à necessidade do Município nomear um profissional para a Escuta Especializada atendendo a Lei n°13.431/2017, e que também atuaria na Coordenação da Rede de Proteção. Desde julho, os trabalhos começaram articulando a Rede de Proteção, conhecendo a realidade de cada órgão de atendimento da Rede e colhendo sugestões para Fluxos. O Ministério Público também participa ativamente nessa articulação.

O objetivo da Rede de Proteção é ir além dos serviços prestados pelas pessoas e organizações. A ideia é articular um conjunto de ações, serviços e programas para fortalecer e concretizar o trabalho integrado e inter setorial de modo a garantir a proteção integral de crianças e adolescentes; é também criar espaços coletivos, ampliar parceiros, governamentais, não governamentais e a comunidade. Ou seja, a rede não integra apenas um serviço, ela é um conjunto articulado desses serviços e da gestão política.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MÍDIA SOCIAL


Compartilhe

Google+