A equipe da Vigilância em Saúde de São Miguel do Iguaçu realizou na noite de quarta-feira, 25, mais uma busca ativa de escorpiões, desta vez, na região da Rua Helmuth Henicka, nas proximidades da sede do Ministério Público.

O trabalho durou cerca de três horas e resultou em 25 escorpiões encontrados. De acordo com a médica veterinária, Débora Andreolla Lazzari, o local foi escolhido em virtude dos moradores relatarem a presença do animal nessa região. “Os terrenos da região apresentam condições para a proliferação, como entulhos, lixo e restos de obras”.

Segundo ela, esse trabalho noturno será realizado toda quarta ou quinta-feira, se as condições do tempo estiverem favoráveis. “Nessa região as atividades deverão levar cerca de três semanas”, informou Débora.

Depois dessa localidade, os trabalhos serão concentrados na Rua Ubaldino do Amaral, próximo ao Lar dos Idosos. “Nessa região tivemos o registro de dois acidentes com escorpião”, contou Débora.

Quando uma pessoa é picada deve comunicar imediatamente a Vigilância Sanitária e levar o animal para que possa ser identificado. “A primeira orientação ao ser picado é lavar o local com água e sabão e procurar, o mais rápido possível, assistência médica”, destaca Débora.

Uma orientação importante para prevenção ao escorpião é manter o lote limpo e livre de entulhos e vedar frestas de portas, janelas e ralos, principalmente à noite, que é o período que o animal sai para se alimentar.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO, IMPRENSA E MIDIA SOCIAL


Compartilhe

Google+